Buscar
  • Gecon Condominios

Síndicos podem implementar novas regras com a reabertura

Momento permite o funcionamento de salões de festas e piscinas, mas vacina pode ser exigida.


Com o aumento no número de pessoas imunizadas com uma ou ambas as doses, o governo estadual começa a relaxar as restrições impostas às atividades econômicas durante a pandemia. E os condomínios também, começam a flexibilizar as regras internas.

Houve grande adesão voluntária às limitações de horário e capacidade total de áreas como salões de festas, piscinas e playgrounds. Os síndicos não foram legalmente obrigados a atender todas as restrições impostas, mas "a maioria adotou, porque preferiram prezar pela segurança e saúde".

O condomínio deve decidir como vai acompanhar esta evolução. É aconselhável levar em conta a quantidade de casos no condomínio, o perfil dos moradores, o porte e as características dos prédios.


Com o App Gecon é possível realizar reserva de áreas comuns do seu condomínio.

Alguns locais podem ter mais demanda do que outros, bem como uma área que permite maior distanciamento pode ser mais viável para reabertura do que outras mais movimentadas.

"Áreas que estimulam aglomeração só podem ser abertas quando o síndico estiver totalmente seguro em relação aos contágios", salões de festas como exemplo.

"Não é um 'liberou geral'". "A população brasileira não está 100% imunizada, então precisa liberar com muita responsabilidade e consciência".

O condomínio pode definir, em conjunto com moradores, termos de responsabilidade que expressam a necessidade de distanciamento, uso de máscaras, higiene, ou mesmo imunização prévia contra a Covid.

Locais que aceitam entrada de pessoas externas ao condomínio, como salões de festa, podem exigir carteira de vacinação, por exemplo. A prática é legal, mas deve ser aprovada por maioria em assembleia.

Moira de Toledo, diretora executiva de Condomínios no Secovi-SP (Sindicato da Habitação), ressalta que regras básicas devem continuar valendo. "Uso de máscaras, álcool em gel e higienização reforçada são fundamentais", diz. "É importante o corpo diretivo do condomínio estar atento às diretrizes do município, e realizar campanhas para orientar moradores, usuários e funcionários."

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo